Contato:

Fone: (65) 3025-3801
Cel: (65) 9988-6273

PALAVRA DO PRESIDENTE


FAZENDO A DIFERENÇA.


"Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus"(Rm. 8.20,21).

Indubitavelmente, nós o povo de Deus, somos família que carregamos o nome do Senhor Jesus, para fazermos a diferença.


Acabamos de testemunhar um dos momentos mais dramáticos de nossa nação. Ainda não findou, porque muitas coisas virão ainda e terão que ser resolvidas. Gastos sem planejamento resultam em fracassos. Muitos de nós votamos no governo que foi deposto por iniciativa do Congresso Nacional, de forma constitucional. Outros não votaram. Esperamos que o novo governo trace rumos diferentes para nosso país. A esperança faz parte do cotidiano brasileiro.Evidentemente as crises existem para que as pessoas possam refletir e extrair lições delas. Também é momento, não de recriar ou reformar, mas de recomeçar e traçar novos propósitos. Para quem é motivado, crise é momento de criar. É momento de procurar fazer diferente.


Nossa denominação já passou por muitas crises. Momentos difíceis até. Vi num site na internet, um comentário, onde alguém profetizava o fim dos batistas. Bem, como a obra não é nossa, mas de Deus, nós continuamos crescendo mais do que nunca. Ouvi do pastor Sócrates, executivo da CBB, que estão revisando o número de batistas de nossa Convenção de 1.600.000, para 3.000.000. Na verdade não temos uma estatística de quantos somos.


Tivemos de 12 a 20 e abril, em Santos a 96ª Assembleia da Convenção Batista Brasileira. Foram momentos de aprendizado, de congraçamento, de adoração e louvor. 750 pastores inscritos para a reunião da OPBB, fora os não inscritos. Milhares de irmãos nossos, de todo o Brasil estavam ali.Homens, mulheres e jovens. Tivemos o prazer de testemunhar do trabalho desenvolvido pela JMN, quando saímos em caminhada pelas ruas de Santos, numa marcha contra as drogas, acompanhado por centenas de jovens das Cristolândias, encerrando numa das praias daquela bela cidade. Mais de 200 jovens das Igrejas Cristolândias, ex drogados, ébrios, sem rumo, sem direção, agora imbuídos de novos propósitos para suas vidas. Jovens que infernizavam as escolas reformaram as escolas, antes depredadas por eles. É o povo batista fazendo a diferença. O governador Alkmin, prefeitos, autoridades, estiverem na abertura e em outros momentos daquele grandioso trabalho. Estamos fazendo a diferença e o Brasil está percebendo isto. A JMM, a maior organização brasileira de ajuda humanitária internacional, mostrou que também lá fora estamos fazendo a diferença.


Maior emoção causou a mim, pessoalmente, quando um coral de dezenas de crianças foram à frente cantar. Eram crianças tiradas das drogas, abandonadas pelos pais, violentadas, que encontraram acolhidae abrigo em uma de nossas instituições. Elas moram numa instituição batista que abriga cerca de 1.200 crianças. Estamos fazendo a diferença. A Ti Senhor toda honra e glória! A próxima Assembleia será em Belém do Pará.

Estamos tentando fazer a diferença também em Mato Grosso, procurando fazer uma gestão diferente, voltada para a unidade da Igreja. Nossas viagens continuam. Mês de abril e maio, estivemos na Igreja Batista Emanuel, no Parque do Lago em V. Grande, dirigida pelo pastor Mauricio vila. Estivemos também na Pib do Pedra 90. Sábado passado estivemos em Tangará da Serra, onde falamos na Igreja Batista El Shadai dirigida pelo pastor Agnaldo e na Pib do jardim Mauá, sob a liderança do pastor Ivo e pastor Jurandir. Na segunda, estivemos com o pastor Edimael da Pib de Tangará e logo a seguir com o pastor Marcos, um baiano que veio somar conosco, na propagação do Reino de Deus em nosso Estado. Estivemos ainda em Nova Olímpia e de lá, com o pastor Michel, fomos a Denise visitando o pastor Ediney, que tem feito um trabalho que está fazendo a diferença naquela cidade.

O Senhor nos elegeu para fazermos a diferença. Conforme o versículo inicial deste texto, Deus tem nos permitido trabalhar pela libertação e transformação de vidas. O cativeiro da corrupção de muitas vidas, tem sido quebrado levando estas pessoas para a liberdade ?da glória dos filhos de Deus?.


Que o Senhor nos permita continuar nesta caminhada. Que o Senhor continue através do Espírito Santo, usando todas as igrejas de nosso Estado e que elas se multipliquem e espalhem a sementa da boa colheita em mato Grosso, multiplicando o seu Reino aqui na terra.


Pr. Deuslirio Ferreira

Presidente

Convenção Batista Centro América



Rua: Rua Castro Alves, 230 • Areão • Cuiabá • Mato Grosso
Fone: (65) 3025-3801
Cel: (65) 9988-6273
email: contato@batistasmt.com.br